Contratuh vai a Genebra para Conferência da Mulher

29/08/2017

O diretor da Contratuh e presidente da Fethepar, Wilson Pereira também esteve no encontro, na Suíça.

A União Internacional dos Trabalhadores na Alimentação, Agrícolas, Hotéis, Restaurantes, Tabaco e Afins (UITA), realizou 26 de agosto, em Genebra, na Suíça, a Conferência da Mulher da entidade.

Representantes de 58 países identificaram os tipos de violência e dificuldades enfrentadas por elas no mundo do trabalho. Um dos principais objetivos do evento é conscientizar lideranças sindicais da importância do aumento da representatividade de mulheres nas entidades.

“Precisamos identificar a realidade de cada país. Para enfrentar e combater os problemas nós precisamos conhecê-los. Estamos convictos de que a solução para toda a problemática vivida pelas mulheres precisa surgir de todos”, ressaltou Assétou Dabiré-Traoré, presidente do Comitê Mundial da Mulher da UITA.
O Comitê tem como objetivo promover a igualdade de direitos e oportunidades entre homens e mulheres que trabalham nos setores representados pela UITA.

“Essa reunião acontece a cada 5 anos, conforme consta no nosso estatuto. Fizemos um balanço de tudo que foi feito nas diferentes regiões ao longo dos últimos 5 anos desde o último congresso e aqui vamos traçar novas estratégias de ações para garantir às mulheres de todo o mundo melhores condições de vida, de trabalho e igualdade”, finalizou Assétou.
Um dos temas levantados durante a conferência foi a preocupação com as trabalhadoras do Brasil após aprovação da lei da Reforma Trabalhista. “A partir de novembro, quando a lei dessa reforma entrar em vigência, teremos mulheres grávidas trabalhando em lugares insalubres.

Além disso, mulheres que sustentam suas casas em jornadas intermitentes, ficando à disposição do empregador sem saber quantas horas vão trabalhar no mês e muito menos quanto elas vão receber de salário. Viemos pedir o apoio de entidades internacionais e esperamos ganhar ainda mais força para reverter este quadro no Brasil”, destacou Maria Hellmeister, diretora de Assuntos da Mulher da Contratuh.

O ciclo de debates da UITA faz parte da 27º Conferência Mundial da entidade, que acontece em Genebra até o próximo dia 01. Entre os temas estão os direitos e representatividade sindical da juventude e do coletivo LGBTI.

 
Fonte: Portal da Contratuh